Menu Fechar

19/4 – Santo Expedito, Mártir

O Martirológio Romano apresenta, neste dia, Santo Expedito em conjunto com outros mártires: “Em Melitina, na Arménia, os santos mártires Hermógenes, Caio, Expedito, Aristónico, Rufo e Gálata, todos coroados no mesmo dia.” A Arménia foi sempre uma terra religiosa e de muitos santos, como os sete mártires mencionados no Martirológio.

Para falar de Santo Expedito, à falta de outros dados, temos de recorrer à legenda mais corrente sobre a sua vida. Consta que era comandante-chefe da 12ª legião romana, conhecida como Fulminata, que estava aquartelada em Melitene, na Arménia, e encarregada de proteger o Império das invasões dos bárbaros orientais. Tinha um efectivo de mais de 6.800 soldados. Expedito era cristão, ele e boa parte dos seus homens, todos arménios. Foram condenados durante a perseguição de Diocleciano, em 19 de Abril de 303, sendo ele, como oficial romano, decapitado à espada por se recusar a adorar os ídolos pagãos.

A sua representação mais comum é a de um soldado romano com traje de legionário, vestido de armadura, túnica curta e manto lançado para trás das espáduas, em postura marcial. Numa mão sustenta a palma do martírio, na outra uma cruz, que ostenta a palavra “hodie” (“hoje”, em latim); tem ainda um corvo debaixo do pé, lançando o seu grito habitual: “cras”! (“amanhã”), incentivando o santo a postergar a sua conversão.

Santo Expedito tem grande popularidade, sendo invocado como o santo para a solução das causas urgentes.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

13 + eleven =