Menu Fechar

18/4 – Santo Apolónio, o Apologeta, Mártir

Deste santo, diz o Martirológio Romano neste dia: “Em Roma, o senador Santo Apolónio, que, sob o imperador Cómodo e o prefeito Perénio, foi denunciado como cristão por um escravo. Intimado a justificar a sua fé, escreveu uma magnífica apologia, e leu-a em plenário. Por ódio a Cristo, o Senado sentenciou-o a ser decapitado.”

Contrariamente ao que acontece com os mártires dos primeiros séculos da Igreja, cujos relatos individuais de martírio não era possível, naquele tempo tumultuado de perseguições, escrever, o que faz com que tenhamos poucos dados sobre eles, existem quatro fontes diferentes sobre a vida de Santo Apolónio, apesar de ele ter vivido no século ii e durante ímpia perseguição.

A primeira é um relato do julgamento incorporado na História Eclesiástica, do escritor Eusébio de Cesaréia. São Jerónimo também lhe dedicou um capítulo na sua conhecida obra De Viris Illustribus.

Segundo essas fontes, Apolónio era um romano ilustre, senador, excepcionalmente talentoso e versado em filosofia. Denunciado como cristão ao prefeito pretoriano Perénio, foi intimado a defender-se perante o Senado. Apolónio já fora submetido a duas investigações, a primeira por Perénio, e a segunda, três dias depois, por um grupo de senadores e juristas. Como se tratava de pessoa de categoria, as audições foram conduzidas com calma e de maneira cortês, sendo-lhe permitido que falasse sem interrupções. O santo declarou então serenamente: “Eu sou cristão não só de palavras, mas de facto. E meu maior desejo é dar a minha vida em testemunho da minha fé em Cristo.” E acrescentou: “Há algo melhor à minha espera: a vida eterna, que é dada a quem viveu bem na Terra”. Como resultado, foi condenado à morte com base na lei outorgada pelo Imperador Trajano, embora o Martirológio afirme que recebeu o martírio por ordem do Imperador Cómodo.

Após exortar  muitos à conversão do paganismo para a verdadeira religião, aceitou o martírio, e entrou na eterna felicidade, junto de Deus e dos seus santos.


Foto: IPCO

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

5 + eighteen =