Menu Fechar

Nosso Senhor quis que o santuário dos milagres fosse de Nossa Senhora e não d’Ele

Em Lourdes se evidencia especialmente a Mediação Universal de Nossa Senhora, que nos obtém todas as graças e, no fim, obterá o Reino de Maria.

Nosso Senhor poderia ter reservado para Si essa fecundidade estupenda de milagres num santuário d’Ele.

Em França, por exemplo, há um santuário magnífico consagrado a uma devoção estupenda a Ele, que é o de Paray-le-Monial, onde Nosso Senhor fez suas revelações a Santa Margarida Maria Alacocque.

Ele poderia perfeitamente fazer com que esses milagres ocorressem lá e em todos os outros santuários consagrados a Ele.

Porém Nosso Senhor quis que a maior fonte de milagres que houve na História se desse num santuário dedicado a Nossa Senhora.

Em outras palavras, que aquelas curas todas só fossem obtidas sob a égide de Nossa Senhora, depois de uma aparição de Nossa Senhora, como uma graça de Nossa Senhora e mediante um pedido feito a Nossa Senhora.

Ou seja, Ele quis que todas essas curas estupendas passassem pelas mãos d’Ela.

Para quê? Evidentemente, para documentar a verdade de fé da Mediação Universal; para os homens compreenderem bem até que ponto Ela pode tudo.

As piores doenças, os maiores males, os sofrimentos mais horrorosos, Ela cura; toma as leis mais inflexíveis da natureza e as elimina. Ela vence tudo!

Isso é um tal domínio de Nossa Senhora sobre a natureza, como mais não se pode imaginar!

Isto tudo é feito por meio d’Ela. Por quê? Para mostrar que todas as graças vêm por Sua intercessão.

E a presença de todas as graças nas mãos d’Ela para serem distribuídas significa por sua vez que Ela é a Rainha do Céu e da Terra. E que tudo passa por Ela.

Plinio Correa de Oliveira
(* Excertos de palestra pronunciada em 4 de Fevereiro de 1965. Sem revisão do autor)

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

seven + fourteen =