Menu Fechar

23/9 – São Pio de Pietrelcina, Confessor

São Pio de Pietrelcina, digníssimo seguidor de São Francisco de Assis, nasceu no dia 25 de Maio de 1887 em Pietrelcina (Itália). O seu nome verdadeiro era Francesco Forgione. Ainda criança, era muito assíduo às coisas de Deus, tendo uma inigualável admiração por Nossa Senhora e seu Filho Jesus Cristo, que via constantemente, devido à grande familiaridade que com eles tinha.

Aos 15 anos, entrou no noviciado da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos de Morcone, adoptando o nome de Frei Pio, e foi ordenado sacerdote em 10 de Agosto de 1910, na Arquidiocese de Benevento. Após a ordenação, Padre Pio teve de viver com a sua família até 1916, por motivos de saúde, e em Setembro desse mesmo ano foi enviado para o convento de São Giovanni Rotondo, onde permaneceu até ao dia de sua morte. Abrasado pelo amor de Deus, marcado pelo sofrimento e profundamente imerso nas realidades sobrenaturais, Padre Pio recebeu os estigmas, sinais da Paixão de Jesus Cristo, no seu próprio corpo. Entregando-se inteiramente ao ministério da confissão, buscava por meio desse sacramento aliviar os sofrimentos atrozes do coração dos seus fiéis e libertá-los das garras do demónio, a quem chamava “barba azul”.

Percebendo que não deveria aliviar somente o sofrimento espiritual, recebeu de Deus a inspiração de construir um grande hospital, conhecido como Casa Alívio do Sofrimento, que se tornou uma referência em toda a Europa. A fundação deste hospital deu-se a 5 de Maio de 1956.

Na madrugada do dia 23 de Setembro de 1968, no seu quarto conventual, com o terço entre os dedos e repetindo os nomes de Jesus e Maria, descansou em paz aquele que tinha abraçado a Cruz de Cristo, fazendo dela a ponte de ligação entre a Terra e o Céu.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

3 × five =