Domingo de Ramos: meditação sobre a entrada de Jesus em Jerusalém

Entrada de Jesus em Jerusalém num humilde burrico

 

 
No Domingo de Ramos, comemora-se a entrada triunfante de Nosso Senhor Jesus Cristo em Jerusalém. 

 

 

No andor principal Nosso Senhor entra sobre um burrico na Cidade Santa. No andor seguinte, a Mãe de Deus contempla a tragédia que se avoluma.

A entrada de Jesus em Jerusalém, no Domingo de Ramos, patenteia quanto o povo O apreciava incompletamente. 

 

  

Aclamavam-No, é verdade, mas Ele merecia aclamações incomensuravelmente superiores, e uma adoração bem diversa!

Humildemente sentado num burrico, Ele atravessava aquele povo, impulsionando todos ao amor de Deus. 

Em geral, as pinturas e gravuras O apresentam olhando pesaroso e quase severo para a multidão. 

 

Para Ele, o interior das almas não oferecia segredo. Ele percebia a insuficiência e a precariedade daquela ovação.

Nossa Senhora acompanhava passo a passo a tragédia

 

 

 

 

Nossa Senhora percebia tudo o que acontecia, e oferecia a Nosso Senhor a reparação do seu amor puríssimo. 

Que requinte de glória para Nosso Senhor! Porque Nossa Senhora vale incomparavelmente mais do que todo o resto da Criação. 

Este é o lado misterioso da trama dos acontecimentos da Semana Santa. 

Maria representava todas as almas piedosas que, meditando a Paixão, haveriam de ter pena d’Ele e lamentariam não terem vivido naquele tempo para tomar posição a seu lado

  <object id=”mediaplayer509394061″ classid=”clsid:D27CDB6E-AE6D-11cf-96B8-444553540000″ width=”768″ height=”462″><param name=”movie” value=”http://www.gloria.tv/media/61888/embed” /><param name=”allowscriptaccess” value=”always” /><param name=”allowfullscreen” value=”true” /><embed src=”http://www.gloria.tv/media/61888/embed” type=”application/x-shockwave-flash” width=”768″ height=”462″ quality=”high” scale=”noborder” allowscriptaccess=”always” allowfullscreen=”true” /></object>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *